Venha Comemorar com a gente!
28.10.17

Juntos estamos mudando a história da Psoríase no Brasil

Saiba Mais



Psoríase não tem cura. Preconceito tem.



Inscrições Abertas!

Clique para se inscrever.
Evento Gratuito

Inscreva-se



Programação

Confira os conteúdos voltados à Pacientes, seus Familiares e Profissionais de Saúde

Saiba Mais



Um Desfile contra o Preconceito

Nesta edição especial, pacientes e seus familiares terão um dia de modelo na passarela do Grande Encontro de Psoríase e Vitiligo.

Grande Encontro de Psoríase e Vitiligo

15 anos comemorando resultados em favor das pessoas que têm as doenças

Aprovação da Lei nº 15.987, que instituiu a rede de atenção às pessoas com psoríase e a criação de três ambulatórios de psoríase com aquisição de três máquinas de fototerapia, no Município de São Paulo, são alguns dos resultados dos Encontros

A iniciativa

Criado pelo médico e vereador Gilberto Natalini e pelo dermatologista Cid Yazigi Sabbag, diretor do Centro Brasileiro de Estudos em Psoríase, o Encontro tem como objetivos, levar informações atualizadas às pessoas que têm as doenças e aos profissionais de saúde, além de apresentar as últimas novidades sobre os tratamentos, exibidos nos congressos nacionais e internacionais.

A psoríase e o vitiligo

A psoríase acomete 2% da população mundial e deixou de ser considerada uma doença da pele e das articulações, sendo sistêmica, isto é, pode afetar vários órgãos. Essas novidades devem ser informadas as pessoas com psoríase e profissionais da saúde. Para tratar adequadamente a doença, o recomendado é a atuação de uma equipe multiprofissional com dermatologista, reumatologista, endocrinologista, cardiologista, médico da família, pediatra, enfermeiro, nutricionista, podólogo, fisioterapeuta, farmacêutico, psicólogo e odontólogo. A falta de conhecimento sobre a doença também é um obstáculo para o tratamento, gerando a necessidade de capacitação dos vários profissionais da área de saúde.

O vitiligo é uma doença de pele, que atinge 1% da população mundial e que se manifesta com manchas brancas, sem cor, contrastando com a pele normal e também nas áreas de maior atrito no corpo. Quanto mais escuro a pele normal, mais evidentes são as manchas brancas. O vitiligo não é uma doença contagiosa.

“São 15 anos de conquistas e ficamos orgulhosos em proporcionar o acesso a informações atualizadas as pessoas que têm a doença, seus familiares e aos profissionais da área de saúde. Nestes anos vimos muitos avanços no entendimento da psoríase que passou a ser vista, não mais como uma doença de pele, mas como uma doença sistêmica que envolve vários profissionais da área de saúde para seu controle.

Isto e muito mais é apresentado às pessoas que participam deste evento único em nosso país, comenta Cid Sabbag, médico e diretor do Centro Brasileiro de Estudos em Psoríase – CBEP

A programação

“Os desafios de lidar com a Psoríase na infância, adolescência e na fase adulta”

Este será o tema do Encontro que terá inicio às 9h00 e será conduzido pelo seu proponente, o vereador Gilberto Natalini que ao lado do vereador Caio Miranda e do dermatologista, Cid Yazigi Sabbag, diretor do CBEP , parceiro desta iniciativa, receberão autoridades da área de saúde dos governos estadual e municipal e representantes de entidades e associações médicas.

Finalizando a cerimônia, o tradicional desfile traz o tema - Psoríase não tem cura, preconceito tem – onde os modelos são as pessoas que têm a doença. Uma forma de mostrar a importância de se desconstruir os preconceitos, mudar a postura e atitudes em relação à psoríase.

Na sequência, renomados profissionais da área de saúde, ministrarão palestras com foco nas pessoas que têm psoríase e vitiligo. A partir das 10h00, acontecem os cursos para estudantes e profissionais das áreas de odontologia, médica e farmácia. Na parte da tarde os protocolos também para estudantes e profissionais das áreas de podologia, nutrição, fisioterapia e enfermagem.

“Ao longo destes quinze anos obtivemos muitas conquistas que resultaram em benefícios para as pessoas com psoríase. Temos que celebrar, pois além de criarmos a lei nº 15.987, que instituiu a rede de atenção às pessoas com Psoríase, tivemos outras ações das quais nos orgulhamos, pois é o nosso papel trabalhar para melhorar a qualidade de vida das pessoas que têm psoríase e que sofrem com o preconceito e a discriminação, explica Gilberto Natalini, médico e vereador.

Resultados

Em 15 anos de Encontro muitos foram os resultados alcançados, que beneficiam as pessoas com psoríase, entre eles:

  • Aprovação da Lei nº 15.987, PL nº 286/07, de autoria do Vereador Gilberto Natalini, que institui, no âmbito do Município de São Paulo, a rede de atenção às pessoas com psoríase.
  • A Secretaria Municipal de Saúde publicou um decreto instituindo o Programa de Psoríase na Cidade de São Paulo.
  • Criação do ambulatório de psoríase no PAM Maria Zélia - Belenzinho, com aquisição da máquina de fototerapia.
  • Criação do ambulatório de psoríase na UBS Maurice Pate - Penha, com a compra de uma máquina de fototerapia, com emenda do vereador Natalini.
  • Criação do ambulatório de psoríase na UBS Ibirapuera, com a compra de uma máquina de fototerapia, com emenda do Vereador Gilberto Natalini.
  • Produção de 300.000 cartilhas educativas sobre psoríase, produzidas pela Leo Pharma.
  • Criação de um Protocolo de Psoríase para profissionais da saúde da rede pública municipal, produzido pela Secretaria Municipal de Saúde.

Serviço

15º Grande Encontro Municipal de Psoríase e Vitiligo
28 de outubro de 2017 (sábado) | 8h30 às 17h00
Câmara Municipal de São Paulo – Viaduto Jacareí, 100 – Centro

Inscrições gratuitas

www.centrodepsoríse.com.br
www.anggulo.com.br

Mais informações

Luciana Feldman

Assessora de Comunicação
Vereador Gilberto Natalini
Fones: 11 3396-4525

Clipping

CLIQUE AQUI para ver os clippings da Psoríase



Fale Conosco | 11 3396 4525